O estilista Azzedine Alaïa, falecido em Novembro passado, é homenageado em exposição no endereço onde funcionava seu ateliê em Paris.

A mostra Je suis couturier” – em cartaz até 10 de Junhoexibe 41 das peças mais emblemáticas de Alaïa, meticulosamente escolhidas por Olivier Saillard, ex-diretor do museu Paris Galliera.

O nome da exposição é uma alusão à forma como Alaïa se referia a sí mesmo, um costureiro e não um estilista.

Nascido na Tunisia em 1935, migrou para Paris em 1957. Como alfaiate teve uma breve passagem pela Christian Dior – na época sob o comando de Yves Saint Laurent – e mais tarde trabalhou para grifes como Guy Laroche e Thierry Mugler.

Montou seu ateliê no final dos anos 70 mas foi nos anos 80 que ganhou notoriedade.

Suas criações tratam o corpo feminino de forma escultural e fetichista.

A mostra reitera a atemporalidade de sua obra, verdadeiros objetos de desejo hoje e sempre!

Azzedine Alaïa – Je suis couturier

18, Rue e la Verrière – 75004

Paris

* Todos os dias de 11am – 7pm

créditos: arquivo pessoal/ ammirati.com.br/ v.magazine / musemagazine.it

Share: