A Casa Cavia foi e continua sendo antes de tudo uma casa. Construído em 1927 pelo arquiteto e artista norueguês Alejandro Christophersen, referência da arquitetura eclética, o charmoso casarão foi cuidadosamente restaurado para se transformar no que é hoje, um retorno às maravilhas da Belle Époque em diálogo com a contemporaneidade dos dias atuais. Uma casa que reúne apaixonados pelo passado e pelo presente e que celebra o encontro da arquitetura com a gastronomia, os livros e as flores.

Nos dourados anos 20, um senhor de uma abastada família encomenda ao prestigioso arquiteto Alejandro Christophersen um presente para sua esposa. Se trata de uma residência na rua Cavia, no bairro de Palermo Chico, em frente à uma arborizada praça projetada no início do século XX pelo paisagista Carlos Thays, que décadas mais tarde ficaria conhecida como Plaza Alemania.

Christophersen projeta uma casa despojada e austera, representativa de seu estilo.

Em 2011, o governo da cidade de Buenos Aires decide proteger a casa, originalmente chamada de Residencia Bollini Roca, que em 2014 se converterá na Casa Cavia.

Lupe García, diretora criativa do projeto, se uniu à quatro dos maiores talentos argentinos para criar o eclético espaço de disciplinas combinadas. Um lugar aonde os encontros são a premissa. Aonde germina a criatividade. Um espaço aonde a rotina se detém para dar lugar ao prazer e à reflexão, proporcionando um universo de vivências diferentes e únicas.

O time de peso formado por Ana Mosqueda (na direção da editora Ampersand), Julieta Caruso (encarregada da equipe do restaurante La Cocina), Camila Gassiebayle (responsável pela flowershop Blumm Flower Co.) e Stephania Kallos (encarregada pela restauração da casa) acertou em cheio e a Casa Cavia é disparado um dos spots mais bacanas de Buenos Aires.

CASA CAVIA

Cavia 2985,
Palermo Chico, Argentina.
+5411  4809 8600
info@casacavia.com

http://www.casacavia.com/

créditos: site @casacavia

Share: